Como transformar minha casa em um negócio ? (Aluguel de temporada)

Compartilhando para economizar e otimizar para gerar renda.

Como transformar minha casa em um negócio ?

Muita gente que decide montar o próprio negócio prefere fazê-lo em casa, ao menos no começo, para diminuir os riscos da empreitada, mas… e quando o negócio é a própria casa ?

As pessoas estão vivendo mais é verdade. A expectativa de vida aumentou, não se pensa mais em ficar numa cadeira de balanço  quando se faz 50, 60…anos e é bem provável que você chegue aos 100 com saúde e disposição.

Agora pensa bem, o Rio de Janeiro é uma cidade que nasceu com potencial turismo natural, tem o apelido mundial de cidade maravilhosa, mantém o clima de verão a maior parte do ano e agora, depois da Copa e da Olimpíadas, que deram uma visibilidade enorme para cidade, o número de turistas cresceu mais de 25%, apesar da crise e da violência.

Perguntas como “Fiquei desempregado, o que fazer agora?” e “Como posso gerar mais renda para equilibrar minhas contas ?” tem sido temas das revistas de negócio. Só perdem quando o assunto é ” Dicas para acumular mais milhas aéreas “. Mas isso é um outro assunto, a questão que lanço é a seguinte:

http://vejario.abril.com.br/cultura-lazer/aluguel-residencia-rio/

Minha casa, um hostel domiciliar

Vê se não é um negócio propício para uma cidade que tem visitantes demais e quartos de menos… e caros.

Num passado não muito longinquo, trabalhar em casa era algo restrito a atividades como costura, produção de comida congelada e artesanato pelo menos, aqui no Brasil. Há muito tempo essa idéia é comum na Europa, principalmente no pós segunda guerra com os seus “Bed and Breakfast”. E hoje, você pode ter um modelo, que nem precisa servir o café da manhã, um “Bed & no-breakfast”, uma vez que com casas de sucos em cada esquina é melhor pegar um açaí no caminho para a praia e seguir.

O estranhamento, não era só de quem hospedava e sim do brasileiro, que sempre viajou ficando em hotéis, diante da idéia de ficar na casa de alguém que não é amigo ou família, causava muita recusa, depois leia um post que publiquei sobre esse assunto aqui.

É claro que startup como o Airbnb aproximam você desta realidade, porém não atende a você, que não cresceu com a internet como quintal para brincar, ela fala com seu filho, seu neto, a própria idéia de alguém que você não conhece dividindo seu espaço é assustador, porém o que mais me assusta mesmo é essa sensação de um futuro negro de escassez, e o sistema de aposentadoria  que está em risco no mundo inteiro.

Afinal o que aconteceu ?

A internet permitiu que nós eliminássemos os agentes intermediários e  então criássemos  uma cultura do compartilhamento, desta forma as Cias. Aéreas e hotéis puderam vender direto para os seus clientes eliminando a necessidade de uma agência de viagem, os aplicativos de compartilhamento de carros ameaçando os taxistas e percebam como isso vai mais longe, onda chegará em breve até as concessionárias de automóveis e consequentemente a indústria automobilística, as empresas de investimento com seus Homebrokers interferindo no lucro dos Bancos e o NUBank acabando com as taxas bancárias e você ainda acha que isso é uma fase ?

Por Marcio Costa – Especialista em crescimento de vendas on line.

Como ganhar dinheiro com o meu imóvel ?